Prolinx

Blog / Informe-se

Como lidar com um problema de cibersegurança no home office

Sua empresa está preparada para lidar com uma falha de cibersegurança tendo profissionais em home office?

Essa modalidade de trabalho passou a fazer parte da vida de muitas empresas e profissionais por conta do novo coronavírus. Diante dessa realidade, há quem já fazia home office e quem decidiu seguir fazendo mesmo sem o isolamento.

Seja como for, é preciso saber como agir caso um hacker ou outro tipo de ameaça fure o bloqueio da rede corporativa. Continue a leitura e saiba mais!

Se previna contra ataques

O melhor caminho é prevenir. A depender do tipo de falha de segurança ou de ataque cibernético, quanto mais o tempo passa desde o surgimento do problema até o início efetivo das ações de mitigação, maior o estrago.

Por essa razão, é importante ter um plano de contingência que seja frequentemente atualizado para englobar novas tecnologias e novas demandas da empresa.

A ideia é se preparar para o pior realizando um diagnóstico que permita que as principais fraquezas sejam conhecidas. Algo que vai guiar a definição de prioridades na hora de reagir a um problema de segurança de dados, bem como a elaboração de estratégias.

Defina um canal de comunicação

Ter um canal de comunicação é fundamental mesmo quando os trabalhadores estão alocados na empresa. No home office, isso se torna ainda mais relevante para que a TI seja prontamente informada sobre qualquer problema.

Os colaboradores precisam ter acesso fácil a esse canal. Caso sua empresa conte com um serviço de outsourcing de TI, o caminho a seguir para que a comunicação seja feita deve estar bem claro para todos: o colaborador contata a empresa ou informa direito o especialista terceirizado?

Além disso, esse canal de comunicação também pode ser usado para que a TI (interna ou externa) comunique outros colaboradores caso necessário e conduza suas ações de mitigação sem interferências.

Tenha uma equipe preparada

Caso a empresa conte com uma equipe de TI interna, precisa prepará-la para lidar com urgências de cibersegurança. Isso não significa ter gente de prontidão só esperando algo acontecer e sim ter profissionais bem orientados sobre qual é o plano de ação a ser seguido.

Se lembra de que falamos sobre o desenvolvimento de plano de contingência? Este documento pode e deve ser elaborado com a orientação da TI, sendo interessante haver atenção especial para as ações a serem tomadas em um problema vivido direto do home office.

A TI deve conhecer os principais riscos, se guiar pelas prioridades e estratégias para garantir a segurança dos dados mais sensíveis da empresa primeiro e, depois, lidar com o restante.

Vale lembrar, esse plano também pode ser desenvolvido e seguido pelos especialistas do outsourcing de TI.

Conte com ferramentas de acesso remoto

O uso de ferramentas de controle ou acesso remoto está entre as dicas da Prolinx para redobrar a segurança no home office. O objetivo é garantir que TI da empresa consiga acessar os dispositivos usados pelos colaboradores mesmo que estejam trabalhando de suas casas.

Para lidar com problemas de cibersegurança, esse acesso pode ser importante. Por isso, sua empresa deve apostar nesse tipo de ferramenta e orientar os colaboradores sobre a importância de mantê-la instalada nos equipamentos usados para acessar dados do trabalho.

Identifique o tipo de ameaça

Uma vez avisada e com o acesso garantido, a equipe de TI tem a missão de identificar qual o tipo de ameaça está colocando em risco a segurança de dados da empresa.

Isso vai permitir que a origem do problema seja identificada, bem como sua abrangência. Algo que, por sua vez, vai possibilitar a escolha da estratégia mais adequada para combater a ameaça e mitigar seus efeitos.

Garanta a segurança da rede

Uma vez que a ameaça for combatida, a TI precisa “varrer” toda a rede da empresa em busca de possíveis falhas e instabilidades que possam permitir que o problema volte e cause novos danos à empresa.

Essa medida ajuda a entender com mais facilidade a importância da comunicação, sobretudo no home office porque pode demandar que todo um sistema utilizado pela empresa seja colocado em modo offline.

Outras medidas temporárias de bloqueio de tráfego e isolamento da rede também podem ser adotadas em um primeiro momento.

Depois que a situação for controlada, a revisão do plano de contingência para estudar novamente as fraquezas deve ser feita. Assim, a empresa poderá definir a adoção de novas soluções de segurança, bem como de novas estratégias para caso um novo problema ocorra no futuro.

No escritório ou no home office, é preciso pensar e começar a agir antes que um problema surja. Então, ainda que o risco pareça distante, lembre-se de que é sempre melhor ― e mais econômico ― apostar na prevenção.

Quer evitar eventuais problemas de segurança no home office? Entre em contato, a Prolinx está pronta para ajudar!

Leia mais...

CenturyTelecomDedic(feed)-min
Blog25_Wifi(feed)-min
CiscoIMATextil(feed)-min