Prolinx

Blog / Informe-se

Quer saber se o seu windows está infectado? Aprenda a detectar ameaças!

Quer saber se o seu windows está infectado Aprenda a detectar ameaças

O Brasil é o segundo país que mais sofre com ataques cibernéticos no mundo. Esse dado, apresentando pelo relatório Akamai de segurança na internet, mostra que é crucial saber detectar ameaças e manter seu computador seguro.

Falhas de segurança e ações arriscadas abrem espaço para todo tipo de malware, dos considerados “inofensivos” aos que podem causar graves problemas.

Ainda não sabe como descobrir se o seu Windows está infectado? Continue a leitura do post, confira as dicas e saiba como lidar com o problema!

Porque estar atento às ameaças

Você já ouviu falar em “cavalo de tróia”? Pode ser que o antivírus comum utilizado em seu equipamento já tenha detectado esse malware ou que o termo soe familiar justamente por ser uma ameaça bastante conhecida.

Por vezes, saber que outras pessoas também lidam com problemas assim e até o resolvem de forma simples faz parecer que essas ameaças não são tão perigosas. Mas não é bem assim!

De fato, existem malwares que causam “apenas” a lentidão do sistema, o que gera inconvenientes, mas nem sempre é visto como algo grave. Porém, existem também malwares que apagam ou roubam as informações, bloqueiam o computador e até exigem o pagamento de resgate, como é os ransomwares.

A presença de ameaças “inofensivas” é sinal de que há falhas de segurança que podem colocar o equipamento e toda a rede da empresa em risco. O que pode levar até mesmo a prejuízos financeiros.

Como descobrir se seu equipamento está infectado

Há alguns sinais que indicam que o seu computador pode estar infectado. Conhecê-los e tê-los em mente é importante para que você possa identificar o problema e corrigi-lo o quanto antes. Veja só:

  • Lentidão ou queda no desempenho

De repente, seu computador ficou mais lento e demora mais para atender aos seus comandos — iniciar, abrir arquivos, carregar páginas, etc;

  • Antivírus desabilitado

Seu antivírus está desabilitado, mas não foi você quem fez essa alteração (há malwares capazes de desabilitar antivírus e firewall ou tornar seus filtros mais fracos com o objetivo de impedir que sua presença seja detectada);

  • Programas suspeitos

Você detectou que há programas no computador que não foram instalados ou autorizados por você e que parecem ter surgido de repente;

  • Mudança na página de busca

Ao abrir sua página de busca, outro buscador que não o padrão apareceu sem que você tenha feito essa alteração;

  • Alteração na barra de ferramentas

A barra de ferramentas tem novos plugins que você não instalou ou vieram acompanhando algum download e, mesmo após desinstalá-los, esses plugins reaparecem a cada inicialização;

  • Atualizações não acontecem

Avisos de atualização de programas originais devidamente instalados param de aparecer (existem malwares que desativam essas atualizações justamente para manter e se aproveitar da fragilidade de alguns programas).

O caminho para resolver e evitar esse problema

Caso você suspeite que seu computador esteja infectado ou quer evitar que esse problema aconteça, siga as dicas apresentadas abaixo:

  • Conte com um bom antivírus e lembre-se de conferir se o programa está sempre ativo;
  • Faça varreduras/escaneamentos esporádicos com o antivírus ou sempre que suspeitar de algum problema;
  • Mantenha as proteções de firewall ativas;
  • Evite acessar sites não seguros e clicar em links suspeitos;
  • Não baixe programas piratas;
  • Desinstale programas suspeitos que surgiram sem seu consentimento;
  • Conte com a orientação de profissionais de TI caso o problema persista.

Achou esse post útil? Então compartilhe com seus amigos nas redes sociais!

Presleyson Lima

Leia mais...

CenturyTelecomDedic(feed)-min
Blog25_Wifi(feed)-min
CiscoIMATextil(feed)-min